Campinas/SP - Domingo, 25 de outubro de 2020 Agência de Notícias e Editora Comunicativa Ltda.  
 
 
  home
  comunicativa
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Telefone: (19) 3256-4863
Fax: (19) 3256-9059
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

CLIPPING: SEMINIS

Correio Popular - Caderno B - Pág. 01 - Novidades marcam a 10ª edição da Hortitec


Ao completar uma década de existência, a Hortitec - maior feira de horticultura do Brasil - apresenta novidades ao setor agrícola como a semente de alface orgânico e o Flora Xim que substitui o xaxim natural. A décima edição do evento começou ontem em Holambra. Os organizadores acreditam que o volume de negócios cresça 20% nesse ano em comparação a 2002.

Pelo menos 14 mil pessoas devem passar no recinto de exposição até amanhã, quando se encerra a feira. Quem visitar a Hortitec 2003 vai encontrar diversas inovações nos estandes dos 250 expositores. Há novidades nos segmentos de máquinas agrícolas, sementes, embalagens, acessórios, fertilizantes, estufas, telas, irrigação, biotecnologia, defensivos, vasos e assessoria técnica.

O coordenador da Hortitec, Renato Opitz, citou ontem que uma das novidades da feira é o lançamento das malhas Chromatinets. A nova tecnologia modifica o espectro solar. Dessa forma, há um controle da radiação solar específica para cada cultura. “As telas coloridas são colocadas nas estufas e controlam os raios solares à necessidade de cada cultura”, explicou.

Ele comemorou o sucesso dos 10 anos da Hortitec e diz que a feira se consolidou como a principal do País no setor. Opitz lembrou que o evento provocou mudanças importantes nos segmentos de hortaliças, frutas e flores. “A Hortitec teve papel fundamental na melhoria dos produtos apresentados aos produtores rurais. Também criou um espaço democrático para a divulgação de novas tecnologias”, ressaltou.

ORGÂNICO

Um dos destaques da feira desse ano é a semente de alface orgânico. O produto foi desenvolvido pela Horticeres durante três anos de pesquisa. “Pelo sistema orgânico, o cultivo é feito sem o uso de defensivos agrícolas. No Brasil, já é cultivado alface orgânico só que a semente é da planta tradicional”, comentou o supervisor de vendas da empresa, Álvaro Peixoto.

Ele acredita que em dois meses os primeiros pés de alface cultivados através da semente orgânica chegarão às prateleiras. O preço das hortaliças orgânicas, em alguns casos, é duas vezes superior ao custo dos produtos tradicionais cultivados com o uso de defensivos agrícolas. “A semente orgânica tem a certificação do Instituto Biodinâmico”, completou.

CÂMARA SETORIAL DE PLANTAS E FLORES É CRIADA

O primeiro dia da Hortitec foi marcado pela criação da Câmara Setorial de Flores e Plantas Ornamentais no Ministério da Agricultura. A Câmara será um importante instrumento para fomentar políticas de incentivo voltadas para o setor. No Brasil, são movimentos R$ 490 milhões (base mercado produtor) e R$ 880 milhões (base mercado consumidor) nos segmentos de flores e plantas ornamentais. O crescimento anual é de 15%.

Mas o país está longe de ter volumes tão significativos como Holanda, Colômbia e Equador - os três maiores produtores de flores do mundo. A floricultura movimenta mundialmente US$16 bilhões (base mercado produtor) e US$ 48 milhões (base mercado consumidor). A participação brasileira na movimentação mundial do setor é de apenas 0,88%.

A cerimônia de instituição da Câmara contou com a presença de José Amauri Dimarzio, diretor geral do Ministério da Agricultura. O presidente da Câmara Setorial de Flores e Plantas Ornamentais do Estado de São Paulo, Renato Opitz, comentou ontem que a criação da entidade é um passo fundamental para o estreitamento dos órgãos públicos com o setor. “A integração das partes deve gerar benefícios como o aumento das exportações”, acredita.

Opitz ressaltou que a Câmara será importante para o crescimento do setor no mercado interno e também no exterior “O Brasil tem um grande potencial que precisa ser explorado. A Câmara é uma conquista e mostra o interesse das autoridades governamentais pelo setor”, comentou o presidente.

ECOLÓGICO

O Flora Xim, produzido pela Floral Atlanta, promete ser um substituto à altura do xaxim natural. O diretor comercial da empresa, Pedro Fernando Cotait, lembrou ontem que os órgãos de preservação ambiental proibiram a venda do xaxim natural. “O xaxim é um produto retirado direto da mata e que em decorrência da exploração desenfreada provocou uma redução drástica da espécie”, comentou.

O produto da Floral Atlanta é feito de material semelhante a espuma utilizada em arranjos florais. Cotait afirmou que as plantas se desenvolvem no Flora Xim da mesma forma do que no xaxim natural. O custo da novidade aos distribuidores deverá ser de R$ 3 a R$ 7.

A Hortitec termina amanhã. O evento acontece no Pavilhão de Exposições, situado na Avenida Maurício de Nassau, n0 675, em Holambra. Os ingressos custam R$ 10 (normal) e R$ 5 (estudantes e aposentados). A feira funciona das 9h às 19h.

« voltar



   Clicknotícia® by Comunicativa    Política de Privacidade Desenvolvimento: Webcompany®