Campinas/SP - Terça, 18 de setembro de 2018 Agência de Notícias e Editora Comunicativa Ltda.  
 
 
  home
  comunicativa
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Telefone: (19) 3256-4863
Fax: (19) 3256-9059
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

SEMINIS LANÇA CEBOLAS PARA DIAS CURTOS  


A Seminis do Brasil foi estruturada como unidade de negócios em 1994 e é a maior empresa de sementes de hortaliças e frutas, com mais de 20% do mercado internacional. Como resultado das aquisições (Asgrow, Petoseed e Royal Sluis), investimentos e estratégias em parcerias, a empresa construiu o mais completo patrimônio genético de hortaliças do mundo. Cerca de 11% do seu faturamento é destinado para a pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, representada por uma estrutura de 50 Estações Experimentais de Pesquisa em 17 países. Está presente em mais de 150 países com um mix de quatro mil produtos de 60 espécies. No Brasil, a Seminis detém a participação de mais de 30% do mercado, mantendo uma forte representação em toda América do Sul. A linha de produtos é composta por aproximadamente 120 opções em 34 espécies de hortaliças, comercializada através de uma rede de distribuidores exclusivos e uma forte equipe de assistência técnica. A estrutura brasileira da Seminis é formada pelo Departamento de Pesquisa com duas Estações Experimentais (Paulínia/SP e Carandaí/MG), a unidade de produção e processamento de sementes em Igarapé/MG, além do Centro de Distribuição e do Departamento de Administração e Vendas, sediados em Campinas/SP. Em janeiro/2005, tornou-se subsidiária da Monsanto Company.

. Márcio Nascimento, Gerente Comercial da Seminis Fone (19) 3705 9300


»
Baú de Notícias
» Clipping

   


Cebolas: Imperatriz, Shinju e Akamaru.


texto: Marlene Simarelli/Artcom

Akamaru (junção dos caracteres vermelho e redondo, em japonês), Imperatriz e Shinju (pérola, em japonês) são as novas cebolas que a Seminis do Brasil lançou para a safra 2008 do Centro Sul. As três cultivares têm, em comum, sabor mais suave e média pungência. A nova linha de cebolas atende ao mercado produtor nacional, que busca cultivares para condições de plantio de dias curtos (menor exigência de luz para bulbificação) e ciclos variáves entre 135 e 150 dias, dependendo das condições de solo e clima de cada região. Outra característica são os bulbos de formato arredondados e uniformes, com peso entre 180 e 220 g, atingindo mais de 60% de classificação na classe 3, que oferece melhor preço ao produtor e é o tamanho preferido pelo consumidor.
As novas cebolas atendem ainda a regiões mais exigentes em tecnologia, como os Cerrados Mineiro e Goiano, onde a produtividade chega a ultrapassar 100 toneladas por hectare. Jorge Hasegawa, coordenador técnico de Desenvolvimento de Produtos da Seminis, explica que “as novas cebolas foram adaptadas ao cultivo para áreas de uso intensivo de tecnologia, em que se usam altas populações de plantas por hectare (cultivo super adensado), custos elevados de produção e excelência no manejo nutritivo, hídrico e fitossanitário da cultura”. Segundo ele, as três cebolas são resistentes em diferentes níveis à podridão basal e à raiz rosada, problemas comuns da cultura.
Os ensaios de campo, realizados antes do lançamento, foram conduzidos em Santa Juliana, São Gotardo, Indianópolis e Ibiá, em Minas Gerais; no Distrito Federal e Cristalina (GO), além de Monte Alto e São José do Rio Pardo, tradicionais regiões paulistas produtoras da hortaliça.

Características técnicas das novas cebolas

Akamaru

• Cebola de dias curtos com ciclo ao redor de 140 a 150 dias, dependendo das condições de clima, solo e do manejo;
• Bulbos arredondados e uniformes, com rendimento superior a 60% de classificação na classe 3, para o segmento de cebolas de dias curtos, mesmo com uso de super adensamento.
• Casca de cor escura avermelhada, com maior retenção na pós-colheita.
• Folhas retas, com alta performance fitossanitária, arquitetura ereta e boa cerosidade;
• Raízes vigorosas, com resistência à raiz-rosada (Pyrenochaeta terrestris) e à podridão basal (Fusarium oxysporum f. sp. cepa).

Shinju
• Cebola de dias curtos e rústica sob condições adversas de manejo e clima
• Apresenta raízes vigorosas e fortes, que permitem melhor comportamento em relação à situações de estresse hídrico, salinidade etc.
• É indicada para semeadura direta e transplantio nas principais regiões produtoras de cebolas de dias curtos, com ciclo tendendo a 150 dias, dependendo das condições de manejo e clima.
• Os bulbos tendem a um formato grano-arredondado, de cor amarelo-pérola, com excelente formação da casca e alta uniformidade de formato e de tamanho.
• Raízes vigorosas, com resistência à raiz-rosada (Pyrenochaeta terrestris) e à podridão basal (Fusarium oxysporum f. sp. cepa).

Imperatriz

• Cebola precoce de dias curtos, com ciclo comparativo ao redor de 135 a 140 dias, variando sob as diferentes condições de cultivo.
• Apresenta bulbos de coloração escura brilhante para o segmento de cebolas amarelas, com excelente visual após a cura completa dos bulbos.
• Os bulbos possuem pescoços pequenos, uniformes, com perfeito estalamento na fase de colheita e excelente retenção da casca, mesmo após a classificação.
• Resistência à raiz-rosada (Pyrenochaeta terrestris) e à podridão basal (Fusarium oxysporum f. sp. cepa).

Informações:
Jorge Hasegawa – (11) 8111-5386 – jorge.hasegawa@seminis.com

Apoio à imprensa:
ArtCom Assessoria de Comunicação
Marlene Simarelli – (19) 3237 2099 – marlene@artcomassessoria.com.br

 

 
 
   
   
« voltar  


   Clicknotícia® by Comunicativa    Política de Privacidade Desenvolvimento: Webcompany®