Campinas/SP - Quarta, 17 de julho de 2019 Agência de Notícias e Editora Comunicativa Ltda.  
 
 
  home
  comunicativa
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Telefone: (19) 3256-4863
Fax: (19) 3256-9059
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

SEMINIS DÁ DICAS PARA PRODUTOR DE REPOLHO  


A Seminis do Brasil foi estruturada como unidade de negócios em 1994 e é a maior empresa de sementes de hortaliças e frutas, com mais de 20% do mercado internacional. Como resultado das aquisições (Asgrow, Petoseed e Royal Sluis), investimentos e estratégias em parcerias, a empresa construiu o mais completo patrimônio genético de hortaliças do mundo. Cerca de 11% do seu faturamento é destinado para a pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, representada por uma estrutura de 50 Estações Experimentais de Pesquisa em 17 países. Está presente em mais de 150 países com um mix de quatro mil produtos de 60 espécies. No Brasil, a Seminis detém a participação de mais de 30% do mercado, mantendo uma forte representação em toda América do Sul. A linha de produtos é composta por aproximadamente 120 opções em 34 espécies de hortaliças, comercializada através de uma rede de distribuidores exclusivos e uma forte equipe de assistência técnica. A estrutura brasileira da Seminis é formada pelo Departamento de Pesquisa com duas Estações Experimentais (Paulínia/SP e Carandaí/MG), a unidade de produção e processamento de sementes em Igarapé/MG, além do Centro de Distribuição e do Departamento de Administração e Vendas, sediados em Campinas/SP. Em janeiro/2005, tornou-se subsidiária da Monsanto Company.

. Márcio Nascimento, Gerente Comercial da Seminis Fone (19) 3705 9300


»
Baú de Notícias
» Clipping

   



Se PLANTAR é fácil,
o diferencial é a QUALIDADE



O repolho é uma cultura relativamente simples e, por esse motivo, só consegue se diferenciar no mercado o produtor que quer aumentar o padrão de qualidade de seu produto e garantir continuidade de suas safras com custos bem controlados. Para que isso aconteça, os especialistas aconselham planejamento, profissionalismo e uma boa gestão.

Conheça seu mercado

Conhecer as preferências de consumo do mercado que abastece é fundamental, pois cada região tem suas preferências, afirmam os consultores que atuam nesse segmento. O Nordeste por exemplo, prefere o repolho compacto. “O consumidor final aqui prefere cabeças de até 1,5kg”, relata Alexandre Barreto, da distribuidora Nordeste Atacado em Recife (PE). O produto da Seminis que apresenta essas características é o Blue Dinasty, famoso por lá.

No Sul e Sudeste, o repolho de destaque é o Astrus Plus, que apresenta cabeças de tamanho médio, com peso variando de 1,8 a 2,5kg. Mas independente do tamanho e formato, o cliente final gosta de qualidade. É o que afirma César Nakata, vendedor da Kentisa, uma das maiores atacadistas de verduras de São Paulo. Ele diz que não costuma comprar sempre do mesmo produtor: “compramos de quem tiver melhor qualidade de produto aliado a bom preço”.

Fique atento para evitar doenças
O plantio sucessivo de repolho na mesma área é um dos fatores que podem provocar a incidência de doenças. Segundo Odivan Schuch, consultor de Desenvolvimento Tecnológico da Seminis, um exemplo é a Hérnia das Crucíferas, causada pelo fungo Plasmodiophora brassica, “que pode permanecer no solo de oito a 12 anos inviabilizando plantios futuros na área”. Quando ataca plantas jovens pode ser fatal, mas as plantas mais velhas podem sobreviver, porém as cabeças perdem o valor comercial. “Para evitar isso, a sugestão é tomar medidas preventivas como a utilização de calagem para deixar o solo menos ácido, rotação de culturas e, no final de cada ciclo, eliminar todos os restos culturais para minimizar a ação da doença”, orienta Odivan.

Outra vilã da cultura do repolho é a Podridão Negra das Brássicas, causada pela bactéria Xanthomonas campestris pv. campestris. A doença causa danos severos nos plantios de primavera e verão, devido à ocorrência de temperaturas altas e umidade, ambiente propício para proliferação da bactéria. “A prevenção é feita através da escolha de variedades resistentes” esclarece o consultor. O Astrus Plus é uma variedade que, segundo comentários de produtores, tem mostrado um bom comportamento em campo para as principais doenças da cultura.


Para ter LUCRO, controle o CUSTO de produção

A equipe da Casa Bugre, uma das maiores distribuidoras de sementes de São Paulo, realizou uma estimativa de custos de produção do repolho. Os valores foram baseados em estudos de campo feitos nas regiões de Piedade e Ibiúna (SP), em abril deste ano. Apesar de o valor final variar de acordo com a região, o resultado deste levantamento oferece uma boa base para o planejamento financeiro da cultura.
O técnico agrícola e produtor Osvaldo Saziki explica que o repolho é uma cultura que não exige cuidados extras em relação à nutrição. Mas ele justifica o fato do maior custo na produção regional ter sido a adubação devido “às sucessivas altas no preço dos insumos, que nos últimos seis meses aumentaram entre 30 e 40%”.

Custo médio para produção de Astrus Plus
(R$ por ha)
Sementes - 433,35
Mudas - 580,00
Fertilizantes - 2.000,00
Defensivos - 450,00
Mão-de-obra básica - 750,00
Embalagem - 4.861,00
Frete - 2.150,00
Total: 11.574,35


Processamento é tendência lucrativa

A utilização de hortaliças minimamente processadas no Brasil é recente, mas com grande potencial de crescimento. O repolho está entre as hortaliças que são bem consumidas desta forma. O agricultor interessado em agregar este valor ao seu produto, deve ser atencioso com algumas técnicas de manuseio pós-colheita. Elas são essenciais para o sucesso do processamento e a manutenção da qualidade final.
A pesquisadora da Embrapa Hortaliças, Leonora Mattos, oferece algumas dicas para que o trabalho seja feito adequadamente:

- Todo equipamento utilizado na colheita deve estar limpo e higienizado
- Após a colheita, o repolho deve ser colocado em caixas apropriadas, armazenadas à sombra ou em locais cobertos, para evitar o murchamento e o ressecamento
- Os participantes do processo devem usar sempre equipamentos de proteção individual como jaleco, luvas e toucas
- A temperatura ambiente durante todo o processo deve ser em torno de 5ºC. A baixa temperatura minimiza a alteração no metabolismo da planta.

 

 
 
   
   
« voltar  


   Clicknotícia® by Comunicativa    Política de Privacidade Desenvolvimento: Webcompany®