Campinas/SP - Terça, 25 de janeiro de 2022 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

FALTA DE PAGAMENTO PODE SUSPENDER DRAGAGEM DO PORTO DE SANTOS  


A GIGO NOTÍCIAS assumiu, desde 2021 as funções que desde 2008 a Comunicativa atuava no mercado de comunicação com características próprias de Agência de Notícias e Editora. Assim, também como agência, a GIGO NOTÌCIAS se propõe a levantar informações de interesse jornalístico, na macro região de Campinas, espontaneamente ou por demanda para difundí-las através do site www.clicknoticia.com.br. Como Editora ela coloca à disposição de instituições públicas ou privadas o seu corpo de profissionais para produção de publicações jornalísticas em todas mídias disponíveis. Ao conhecer a empresa e suas necessidades no setor de comunicação, podem ser sugeridas ferramentas através da elaboração de um Plano de Comunicação, incluindo jornal para os funcionários, publicações institucionais ou específicas para os clientes, produção de conteúdo para sites, criação de hubs e sites responsivos, entre outras. Esse trabalho é pautado por critérios profissionais e éticos acim a de tudo. A Comunicativa Assessoria e Consultoria Jornalística foi criada como prestadora de serviços jornalísticos em abril de 1996 em função da demanda de profissionais capacitados para interrelacionar o segmento corporativo e os veículos de comunicação jornalística. Fone/WS: (19) 987-835187 - (19) 88156-6014


»
Baú de Notícias
» Galeria de Fotos

» Clipping

   



CAMPINAS/SP


DTA Engenharia ameaça suspender dragagem do Porto de Santos

A Santos Port Authority, administradora do complexo santista, conta com uma dívida milionária junto à empresa.

No maior porto da América Latina, por onde passam 30% da balança comercial, a dragagem dos berços, acessos e canal de navegação tem papel fundamental para manter as profundidades, permitir o tráfego seguro de embarcações e, consequentemente, a competitividade do complexo marítimo no cenário mundial. Essas são, inclusive, as palavras da própria Autoridade Portuária quando o assunto vem à tona. Pena que teoria e prática não estão andando juntas dentro da Santos Port Authority (SPA).

Após contratar, no início do ano passado, a DTA Engenharia para a realização do serviço pelo período de dois anos, a antiga Codesp não tem honrado com os seus compromissos. Pelo contrário. A administradora do porto conta com uma dívida milionária junto à empresa. O vencimento do contrato, no valor previsto de R$ 274 milhões, acontece em abril de 2022 e, até agora, foram pagos menos de 20% do previsto. Talvez isso explique os resultados exorbitantes apresentados pela SPA ao mercado recentemente.

Para tratar dos pleitos da DTA, a Autoridade contratou, conforme divulgado no Diário Oficial, uma consultoria específica. Ninguém menos do que o renomado e respeitável Prof. Dr. Paolo Alfredini, professor titular da Escola Politécnica da USP, pela quantia de R$ 97.500. Enquanto isso, a DTA mantém o porto totalmente dragado, sem nenhuma redução de calado, apesar de não descartar a paralisação do serviço, caso não haja avanço nas negociações com a administradora do Porto.

Já a SPA, em meio a todo esse imbróglio, não hesitou em abrir uma nova licitação para a realização do mesmo serviço, pelo jeito sem se preocupar com o débito de mais de R$ 40 milhões junto à DTA, de serviços executados e reequilíbrios contratuais.

Vale lembrar, ainda, as outras intercorrências registradas durante a execução do serviço pela DTA, como a restrição no uso de overflow; redução substancial dos volumes contratados; variação cambial excessiva; índice de reajuste, que não representa o setor, dentre outros. Esses temas seguem, alguns há quase um ano, aguardando posicionamento da SPA.

Diante desse cenário, ficam alguns questionamentos: A SPA está preparando/valorizando o Porto para privatização? Querem mostrar que deixam dinheiro em caixa? Querem mostrar resultados para o mercado ou os diretores querem performar para abocanhar seus bônus/prêmios? Ótima reflexão!

Licitação

A SPA chegou a suspender a referida licitação, cuja abertura das propostas estava marcada para o último dia 5. A medida gerou expectativa ao mercado, que esperava a remoção, no edital da concorrência, dos vícios do contrato atual. Porém, não foi isso que aconteceu, já que o certame foi reaberto, nesta quarta-feira (10), sem qualquer alteração, mesmo diante dos vários pedidos de adiamento para sanar as irregularidades do edital atual.

Diante desse cenário, infelizmente, é esperado que tenhamos as nefastas judicializações, praticamente uma marca registrada nessas licitações de dragagem, que só serviram no passado para gerar contratações emergenciais sempre suspeitas de superfaturamento!


 

 
Cadastro de Jornalista  
   
   
« voltar  


   Gigo Notícias    Política de Privacidade