Campinas/SP - Quarta, 25 de maio de 2022 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

POTIGUAR ROSENO TEM EXPOSIÇÃO INÉDITA NO MACC  


A GIGO NOTÍCIAS assumiu, desde 2021 as funções que desde 1996 a Comunicativa atuava no mercado de comunicação com características próprias de Agência de Notícias e Editora. Assim, também como agência, a GIGO NOTÌCIAS se propõe a levantar informações de interesse jornalístico, na macro região de Campinas, espontaneamente ou por demanda para difundí-las através do site www.clicknoticia.com.br. Como Editora ela coloca à disposição de instituições públicas ou privadas o seu corpo de profissionais para produção de publicações jornalísticas em todas mídias disponíveis. Ao conhecer a empresa e suas necessidades no setor de comunicação, podem ser sugeridas ferramentas através da elaboração de um Plano de Comunicação, incluindo jornal para os funcionários, publicações institucionais ou específicas para os clientes, produção de conteúdo para sites, criação de hubs e sites responsivos, entre outras. Esse trabalho é pautado por critérios profissionais e éticos acim a de tudo. A Comunicativa Assessoria e Consultoria Jornalística foi criada como prestadora de serviços jornalísticos em abril de 1996 em função da demanda de profissionais capacitados para interrelacionar o segmento corporativo e os veículos de comunicação jornalística. Fone/WS: (19) 987-835187 - (19) 99156-6014


»
Baú de Notícias
» Galeria de Fotos

» Clipping

   


Abertura, em dia de semana, teve público reduzido


CAMPINAS/SP


O Museu de Arte Contemporânea de Campinas (MACC) recebe exposição de obras de Antonio Roseno de LIma de 13 de abril até 30 de maio.

Após a temporada no MACC - até 30 de maio - a exposição segue para Itu e São Paulo (SP), Natal, Mossoró e Alexandria (RN), a cidade natal do artista. Na abertura para convidados realizada ontem, esteve presente a ex-secretária de Cultura do Rio Grande do Norte, Isaura Amélia Rosado, que veio conhecer a mostra que receberá em seu estado. "Já trabalhamos o resgate da imagem do artista no Nordeste e será uma grande honra circular a exposição por lá, pois ele fez um registro do cotidiano que reflete bem a vida do nordestino que migrou para São Paulo", comenta.

A montagem da exposição tem um padrão diferenciado, inclusive com quadros colocados em uma altura mais baixa, porque ela será visitada por muitas crianças, segundo o curador. Já são cerca de 800 estudantes cadastrados que participarão de ações educativas "para estimular a percepção e a compreensão das obras, além de inspirar a criação artística através de oficinas e do uso de materiais didáticos produzidos especialmente com essa finalidade". As obras estão expostas em séries com as principais temáticas do artista: retratos, dinheiro e animais. Há também uma projeção que exibe o trabalho fotográfico de Roseno, com cerca de 300 fotografias feitas por ele.

“A gente se vê e se identifica com os registros do artista, que revela com afeto a identidade do nordestino migrante. São elementos de cores, as descrições, a religiosidade e as construções pictóricas típicas do nordestino que estão muito presentes nas suas obras. Então ela diz muito da gente, do Nordeste”, comenta o promotor de Justiça Manoel Onofre Neto, que também é colecionador de artes e integrou a comitiva da região do Alto Oeste Potiguar que veio a Campinas prestigiar a exposição. Depois de passar por cidades paulistas, a mostra segue itinerante pelo Rio Grande do Norte até chegar à terra natal do artista: Alexandria.

Um migrante nas artes

Antônio Roseno de Lima nasceu em uma família de cinco irmãos, na cidade de Alexandria, RN, em 22 de junho de 1926, de onde saiu aos 30 anos, sem jamais fazer o caminho de volta. Foi para São Paulo deixando mulher e cinco filhos e na capital paulista conheceu sua companheira Soledade. Juntos, vendiam doces na Estação da Luz. Em 1961, aos 35 anos, fez um curso de fotografia e começou a retratar pessoas, principalmente crianças, mas também prédios, aniversários e casamentos. Em 1976, mudou-se para Campinas, onde viveu até os 72 anos, quando morreu por complicações do diabetes.
 


Outras fotos :


O promotor Manoel Onofre e ex-secretária de Cultura Isaura Rosado e na abertura


A riqueza de detalhes na obras do artista chamou atenção de convidados na abertura

 
Cadastro de Jornalista  
   
   
« voltar  


   Gigo Notícias    Política de Privacidade