Campinas/SP - Sábado, 2 de março de 2024 Agência de Notícias e Editora Gigo Notícias  
 
 
  home
  gigo notícias
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Whatsapp: (19) 98783-5187
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

PROFESSOR DA UNICAMP NO CONTROLE DO ENVELHECIMENTO  


A AGÊNCIA DE NOTICIAS E EDITORA CLICKNOTICIA assumiu, a partir de 2021 as funções que desde 1996 a Comunicativa atuava no mercado de comunicação com características próprias de Agência de Notícias e Editora. Assim, também como agência e editora, a CLICKNOTICIAS se propõe a levantar informações de interesse jornalístico, na macro região de Campinas, espontaneamente ou por demanda para difundí-las através do site www.clicknoticia.com.br. Como Editora ela coloca à disposição de instituições públicas ou privadas o seu corpo de profissionais para produção de publicações jornalísticas em todas mídias disponíveis. Ao conhecer a empresa e suas necessidades no setor de comunicação, podem ser sugeridas ferramentas através da elaboração de um Plano de Comunicação, incluindo jornal para os funcionários, publicações institucionais ou específicas para os clientes, produção de conteúdo para sites, criação de hubs e sites responsivos, entre outras. Esse trabalho é pautado por critérios profissionais e éticos acim a de tudo. A Comunicativa Assessoria e Consultoria Jornalística foi criada como prestadora de serviços jornalísticos em abril de 1996 em função da demanda de profissionais capacitados para interrelacionar o segmento corporativo e os veículos de comunicação jornalística. Fone/WS: (19) 987-835187 - (19) 99156-6014


»
Baú de Notícias
» Galeria de Fotos

» Clipping

   


CAMPINAS/SP


VIA MOLECULAR IMPORTANTE PARA O CONTROLE DO ENVELHECIMENTO É DESVENDADA NA UNICAMP

Por meio de experimentos com vermes da espécie C. elegans, o professor do Instituto de Biologia da Unicamp Marcelo Mori e equipe demonstraram que, quando o processo de transferência de RNA entre células de diferentes tecidos está desregulado, a longevidade do organismo é reduzida.

Uma das formas pelas quais células de diferentes tecidos se comunicam é por meio da troca de moléculas de RNA. Em experimentos com vermes da espécie Caenorhabditis elegans, pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) observaram que, quando essa via de comunicação está desregulada, a longevidade do organismo é reduzida. O achado:


O envelhecimento da população mundial nas últimas décadas e o consequente aumento da prevalência de doenças crônicas representa um grave problema de saúde pública, o que atrai cada vez mais a atenção de órgãos governamentais e centros de pesquisa com a finalidade de propor estratégias que possam conduzir a um envelhecimento mais saudável. Dentre as vias moleculares descritas como importantes para controlar a taxa de envelhecimento em diferentes espécies se encontra a via de miRNAs (microRNAs). Resultados prévios do laboratório demonstraram que há redução de Dicer, enzima chave para a produção de miRNAs, com o envelhecimento, e que a restrição calórica, intervenção que aumenta a expectativa de vida e a resistência ao estresse, previne esta diminuição. Esse fenômeno acontece no tecido adiposo de mamíferos e no nematoide Caenorhabditis elegans. Além disso, a superexpressão de Dicer no intestino de C. elegans aumenta a expectativa de vida destes vermes por um mecanismo mediado por miRNAs. Entretanto, a existência de centenas de miRNAs regulados por Dicer e suas diversas funções torna o uso de ferramentas capazes de processar e organizar grandes quantidades de dados importante para a priorização de miRNAs com função no envelhecimento. Baseados em bancos de dados disponíveis na literatura e com auxílio de ferramentas de bioinformática, realizamos uma metanálise para identificar miRNAs diferencialmente expressos em intervenções que aumentam ou diminuem a expectativa de vida em C. elegans, e elencamos as famílias do mir-35-41 e do mir-58 como candidatos a novos miRNAs que modulam o envelhecimento. De forma geral, observamos que os miRNAs das duas famílias estão com a expressão aumentada em intervenções benéficas ao verme, como a restrição calórica, e diminuídas em intervenções deletérias, como o estresse oxidativo. Funções biológicas para os miRNAs que compõem a família do mir-35-41 são mais descritas na literatura, como a influência na interferência por RNA (RNAi), porém os miRNAs da família do mir-58 ainda são pouco estudados. Apesar disso, nenhum estudo havia identificado a relação destas famílias com o envelhecimento até nossa análise. Desta forma, pretendemos caracterizar a função destes miRNAs na regulação do envelhecimento, em situações normais e em intervenções que aumentam a expectativa de vida, além de avaliar seu papel na resposta ao estresse em nematoides C. elegans. Considerando a conservação evolutiva destas vias, acreditamos que esta abordagem nos permitirá caracterizar novos alvos potenciais para a modulação do envelhecimento em organismos mais complexos além de validar uma abordagem computacional para identificação de possíveis miRNAs que controlam a expectativa de vida. (AU)
 

 
Cadastro de Jornalista  
   
   
« voltar  


   Gigo Notícias    Política de Privacidade