Campinas/SP - Sexta, 22 de janeiro de 2021 Agência de Notícias e Editora Comunicativa Ltda.  
 
 
  home
  comunicativa
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Telefone: (19) 3256-4863
Fax: (19) 3256-9059
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

MARCHA DA REFORMA URBANA REÚNE 3 MIL EM BRASÍLIA  


O Movimento Nacional pelo Direito ao Transporte Público de Qualidade para Todos (MDT) foi criado em setembro/2003 como um movimento suprapartidário apoiado por cerca de 450 entidades dos mais diversos setores da sociedade (movimentos sociais, populares e sindicais, empresários, universidades, poder público, profissionais liberais, entre outros). Seu objetivo é inserir na agenda social e econômica do país o transporte público como um direito para todos. A Frente Parlamentar do Transporte Público, com cerca de 150 parlamentares de todos os partidos, é o braço político do MDT na Câmara Federal e o Senado. A Secretaria Executiva do Movimento é exercida pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), que conta com o apoio de um secretariado constituído por várias entidades. Para 2005, o MDT definiu como sua principal prioridade o barateamento das tarifas do transporte público urbano. Contatos: (11) 3371 2299 ou mdt@antp.org.br Alameda Santos, 1000 – 7. andar, cep: 01418-1000 – São Paulo/SP

www.tarifacidada.org.br


»
Baú de Notícias

   


A marcha começou na Esplanada dos Ministérios (Fotos de Luiz Antonio Ribeiro)


A Marcha é promovida pelo Fórum Nacional da Reforma Urbana e apoiada por vários outros movimentos sociais do país como o MDT ((Movimento Nacional pelo Direito ao Transporte Público de Qualidade para Todos), que defende um transporte público urbano com inclusão social e geração de emprego e renda.

O objetivo da Marcha é sensibilizar o governo brasileiro e a sociedade para as profundas desigualdades sociais existentes nas cidades, especialmente, nas áreas de habitação, saneamento, mobilidade urbana e transporte. Uma tenda foi armada na esplanada do Ministério das Cidades para refugiar os manifestantes que permanecem na cidade até o dia 16 (terça).

No final da tarde do dia 15 (segunda), uma comissão formada por integrantes de entidades e movimentos sociais que compõe a Marcha se reuniram em audiência com o presidente Lula. Eles levaram um documento propondo ações para as questões de transporte público urbano, saneamento, habitação, saúde entre outros.

A Marcha Nacional pela Reforma Urbana que chegou dia 15 de agosto em Brasília reuniu mais de 3.000 pessoas vindas de várias capitais brasileiras, entre elas, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerias, Paraíba, Rio Grande do Sul e Sergipe. Ao todo, cerca de 80 ônibus chegaram a Brasília conduzindo os manifestantes.

Na terça (16), o MST - Movimento dos Sem Terra e as centrais sindicais se unirão as demais entidades participantes da Marcha pela Reforma Urbana, em uma manifestação em prol ao projeto de governo encabeçado pelo presidente Lula.

“Será um ato de agenda positiva. Nesse momento de crise política o diálogo aberto e franco precisa ser estabelecido, visando sanar os problemas e as desigualdades sociais que atrapalham o crescimento do país”, disse Orlando Júnior, coordenador da Marcha pela Reforma Urbana.

Para o secretário-executivo do MDT, Olmo Xavier, o encontro com o presidente Lula, os atos programados e a reunião de forças em torno de uma pauta de reivindicações ampla, que tem como premissa o fim da exclusão social e a imediata aplicação de políticas que estimulem a geração de emprego e renda, fortalecem a Marcha.

“Atualmente 37 milhões de pessoas vivem do Brasil sem ter condições de acesso ao meio de transporte público. Essa exclusão vem gerando inúmeros problemas sociais, e quem tem pagado caro são os usuários, os trabalhadores, que ainda precisam conviver com os constantes reajustes de tarifas, no caso do transporte”, disse Olmo.

Fontes:
Olmo Xavier, Secretário –Executivo do MDT – fone (62) 8132-7643
Nazareno Affonso, Coordenador Nacional do MDT, fone (11) 9119 8209
Orlando Junior, Coordenador do Fórum pela Reforma Urbana, fone (21) 81114363.
Outras informações: www.tarifacidada.org.br

Apoio à imprensa:
Comunicativa Assessoria e Consultoria Jornalística
Fones (19) 3256 4863 / 3256 9059

 


Outras fotos :


Entidades que apoiam o MDT participaram do bloco sobre Transporte Urbano (Fotos de Luiz Antonio Ribeiro)

 
 
   
   
« voltar  


   Clicknotícia® by Comunicativa    Política de Privacidade Desenvolvimento: Webcompany®