Campinas/SP - Quarta, 24 de maio de 2017 Agência de Notícias e Editora Comunicativa Ltda.  
 
 
  home
  comunicativa
  profissionais
  publicações
  clientes
  projetos
  entrevistas
  baú de notícias
  clippings
  galeria de fotos
  ensaios
  extra pauta
  cadastre-se !
  contato
Digite a expressão que deseja buscar
Cadastre-se e receba, por e-mail, as últimas do ClickNotícia.


Rua Alberto Belintani, 41
Telefone: (19) 3256-4863
Fax: (19) 3256-9059
CEP: 13087-680
Campinas-SP

 

ARQUIVO DE NOTÍCIAS DE: CAPITAL DA LINGERIE



CALCINHAS CONTRA A CRISE BRASILEIRA
CAMPINAS - CAPITAL DA LINGERIE GARANTE AUMENTO DE QUASE 1000% A EMPRESÁRIO DO SETOR - O mês de março, foi de muita, mas muita alegria mesmo, para o empresário da Beleza Brasileira, uma fábrica de lingerie de Nova Friburgo/RS quando ele recebeu seu relatório mensal de vendas da Capital da Lingerie, um centro de distribuição destes produtos localizado em Campinas/SP



CAPITAL DA LINGERIE RECEBE GRIFE INTERNACIONAL
A Capital da Lingerie, localizada em Campinas (SP) - um centro coletivo de distribuição dos fabricantes de Nova Friburgo - diversificou ainda mais sua coleção, com a inclusão da grife internacional De Chelles. A grife trabalha com biquínis, lingeries e linha noite mais sensual.



SUTIÃ APARENTE É A SENSAÇÃO DO VERÃO
A moda do lingerie aparente vai pegar forte neste verão. E para atender a esta demanda, os fabricantes de moda intima de Nova Friburgo (RJ) estão investindo na produção dos lingeries com fitas, rendas e acessórios metálicos, para compor figurinos que abusam da sensualidade com sutiãs conhecidos como strappys. Esse é o produto mais procurado pelas revendedoras que se abastecem na Capital da Lingerie localizada em Campinas (SP).



LINGERIE: O QUE ERA ‘BICO’ VIRA NEGÓCIO RENTÁVEL
A venda de lingerie começou como um teste para Ednalva que buscava uma renda alternativa, já que o trabalho na empresa de informática do marido estava devagar. Ela conheceu a Capital da Lingerie montada em Campinas (SP) por fabricantes de moda intima de Nova Friburgo (RJ) e virou cliente constante. A cada compra adquire em média 350 peças e vende para clientes de porta em porta em Mauá (SP). E já fatura mais que o marido.



LINGERIE BRASILEIRA É COBIÇADA TAMBÉM NO EXTERIOR
A moda íntima brasileira - conhecida por ser mais atrevida, colorida e sensual – faz o maior sucesso no Japão. Quem afirma é um revendedor de lingerie de Campinas que resolveu levar umas peças na mala em uma de suas viagens de negócios e se espantou com o entusiasmo das japonesas e tailandesas pelas peças brasileiras. Agora, sempre que volta precisa atender a muitas encomendas que ele compra na Capital da Lingerie.



LINGERIE FAZ O 13º DE PEQUENOS EMPREENDEDORES
Vendeu o ano inteiro? Então vai receber o 13º salário em calcinha e sutiã! Essa é a política de incentivo que a Capital da Lingerie implantou junto a suas revendedoras e agradou muito. As primeiras compradoras já estão retirando as mercadorias correspondentes à média mensal de compras e comemorando um Natal mais leve, enquanto os fabricantes de Nova Friburgo comemoram porque conseguiram manter a produção estável.



MERCADO DE LINGERIE ‘SEGURA A ONDA’ NA CRISE
A crise econômica e o desemprego estão fazendo muita empreender e a venda de lingerie de porta em porta tem se mostrado uma alternativa bem lucrativa. Isso graças a iniciativa de fabricantes de moda intima de Nova Friburgo (RJ) que montaram uma central de distribuição em Campinas (SP), para recuperar as vendas e ficar mais próximo das revendedoras da região sudeste. A iniciativa deu certo e a lingerie virou alternativa de renda.



CAMPINAS É ESCOLHIDA PARA SER CAPITAL DA LINGERIE
Fabricantes de roupa íntima de Nova Friburgo (RJ) - cidade conhecida como ‘capital da lingerie’ - abriram em Campinas uma central de distribuição para recuperar a clientela que sumiu da serra fluminense depois da enchente que devastou a região em 2011. O grupo começou pequeno, com 24 fabricantes trabalhando em um sistema de vendas cooperativo e hoje são cerca de 100 que abastecem mais de dez mil revendedoras.

 


   Clicknotícia® by Comunicativa    Política de Privacidade Desenvolvimento: Webcompany®